top of page
Imagem1.jpg
Curiosidades
16
dias

ESCANDINÁVIA

COPENHAGE / AARHUS / STAVANGER / BERGEN / OSLO / ESTOCOLMO / HELSINQUE

12 a 27/08/2025

1. ÁGUAS QUENTES – ISLÂNDIA
Por causa de toda a atividade vulcânica que ocorre na Islândia, o país está repleto de atividades geotérmicas e fontes termais. Existem algumas piscinas e banhos termais famosos na Islândia, como a famosa Lagoa Azul perto do aeroporto e os Banhos Naturais de Mývatn mais ao norte. Elas são artificiais, mas cheios de água geotérmica natural. E há também as fontes termais naturais onde as pessoas nadam, elas podem ser formadas em diversas formas, desde pequenas piscinas até rios aquecidos. Algumas das fontes/piscinas são pequenas e quase privativas. Outras são grandes complexos com escorregadores, banheiras de hidromassagem e salas de vapor.E na Islândia, como essas fontes termais e piscina são aquecidas naturalmente, isso significa que ela podem ser frequentadas durante todo o ano todo.

2. HAMLET – DINAMARCA
O castelo de Kronborg, Patrimônio Mundial da UNESCO, é o castelo mais visitado da Dinamarca, recebendo mais de 200 mil pessoas anualmente.
Ele é, ao mesmo tempo, um elegante castelo da Renascença e uma monumental fortaleza militar. O dramaturgo William Shakespeare se inspirou nele para escrever uma de suas peças mais famosas, Hamlet.

3. NOITES CURTAS NO VERÃO E LONGAS NO INVERNO – DINAMARCA
De maio a junho, algumas regiões da Noruega podem ter mais de 20 horas de luz solar por dia. Porém, no inverno, principalmente no extremo norte do país, o sol quase não aparece, fazendo com que os dias sejam quase tão escuros quanto as noites.

4. SOL O DIA TODO – SUÉCIA
No verão sueco, o sol nasce aproximadamente às 2h da manhã, e se põe às 23h. Já no inverno, o dia começa às 8h e acaba às 15h

5. TERRA DO SOL DA MEIA NOITE – FINLÂNDIA
O inverno na Finlândia pode ser bem escuro, mas durante os meses de junho e julho, o sol nunca se põe no norte do país.

6. TERRA DO FOGO E DO GELO – ISLÂNDIA
Estudos mostram que atualmente 11% da Islândia é coberto por geleiras! As geleiras são uma das principais atrações da Islândia e, até o momento, existem quase 269 nomes. A Islândia também abriga a maior geleira da Europa, Vatnajökull, que é equivalente a três vezes o tamanho de Luxemburgo. Vulcões ativos muitas vezes ficam logo abaixo dessas geleiras. Para um país tão pequeno a atividade vulcânica contínua da Islândia é uma admirável força da natureza. Os vulcões são tão comuns em todo o país que aproximadamente um vulcão entra em erupção a cada três ou quatro anos. Por isso a Islândia é considerada a terra do fogo e do gelo. Quando esses vulcões entram em erupção alguns rios se formam, graças à lava quente que derrete instantaneamente a parte superior da geleira sob a qual se esconde.

7. LEGO – DINAMARCA
O nome “Lego” é uma abreviação das palavras dinamarquesas leg godt, que significam “brincar bem”. A empresa foi fundada em 1932 por um dinamarquês chamado Ole Kirk Christiansen. As famosas peças começaram a ser fabricadas no ano de 1958.

8. BACALHAU – NORUEGA
O bacalhau do Porto, conhecido mundialmente, é na verdade pescado na Noruega.

9. IDIOMA – SUÉCIA
Cerca de 89% das pessoas na Suécia falam inglês.

 

10. CASA DO PAPAI NOEL – FINLÂNDIA
A casa do Papai Noel fica na montanha Korvatunturi na Lapônia, mas como a localização é secreta, ele tem uma residência oficial em Rovaniemi que todos podem visitar desde 1985.

 

11. PYLSA – ISLÂNDIA
O Pylsa é de fato a principal culinária local que um visitante não pode deixar de conhecer. O Pylsa é um cachorro-quente islandês, eleito pelo jornal inglês The Guardian, como o melhor cachorro-quente da Europa. Os ingredientes são: cebola crua, cebola frita, ketchup e mostarda. A Salsicha é feita com carne de cordeiro, porco ou boi. O que diferencia os cachorros-quentes islandeses é que eles são preparados principalmente com carnes de animais sem hormônios, alimentados apenas com pasto. As ovelhas da Islândia literalmente vagam pelo campo até o outono, comendo frutas e folhas. Porcos e vacas na Islândia vivem em pequenas fazendas amorosas em um dos ambientes mais limpos e intocados da Terra. No centro de Reykjavik, fica a modesta barraca de cachorro-quente “Bæjarins Beztu Pylsur” (“os melhores cachorros-quentes da cidade”), essa é a barraca de Pylsur mais famosa da Islândia. Porém você poderá encontrar barracas de cachorro-quente em quase todas as cidades, vilarejos ou vilarejos. Se não houver vilas, você pode comprá-los em quase todos os postos de gasolina ou lojas de conveniência. É possível comprá-los até no aeroporto. Tudo isso é mais uma prova de que o cachorro-quente islandês poderia ser o prato nacional da Islândia.

 

12. TIVOLI GARDENS – DIANAMARCA
Tivoli Gardens é o segundo maior parque de diversões do mundo, e a atração mais popular da Dinamarca. Dizem que Walt Disney o visitou e se inspirou para construir a Disneyland.

13. MELHOR IDH DO MUNDO – NORUEGA
A Noruega vem sendo constantemente o país com o maior Índice de Desenvolvimento Humano. Lá, a expectativa de vida está também entre as 20 mais altas do mundo: 80 anos para os homens, e 83 para as mulheres.

14. TRANSPORTE PÚBLICO DE QUALIDADE – SUÉCIA
O transporte público sueco é sempre pontual. Nos pontos de ônibus e em cada estação de metrô painéis foram colocados informando quanto tempo falta para o meio de transporte chegar.

15. VINGANÇA SERVIDA EM PIZZA – FINLÂNDIA
Um ex-primeiro ministro italiano, Silvio Berlusconi, falou durante uma visita à Finlândia que o presunto Parma era melhor do que a rena defumada dos finlandeses e que a experiência culinária no país foi ‘difícil’. Os finlandeses se vingaram em uma competição internacional de pizza, onde ganharam da Itália. O ingrediente principal da pizza é rena defumada e o nome, ainda por cima, é “Pizza Berlusconi”.

16. O PAÍS MAIS SEGURO DO MUNDO – ISLÂNDIA
A Islândia pode parecer intimidante, graças à sua geografia explosiva, mas na verdade é um lugar excepcionalmente pacífico e descontraído. A Islândia possui a menor taxa de criminalidade de todos os outros países do mundo. Por mais de uma década, sempre liderou a lista de países mais seguros. Isso se deve a muitos fatores, incluindo um maior senso de igualdade dentro da população, que por sua vez é ajudado pela pequena população de pouco mais de 360.000. Devido a esse baixo número populacional a maioria das pessoas se conhecem, então ser uma pessoa famosa dentro da Islândia não é grande coisa! Talvez você encontre Björk (uma influente cantora e compositora islandesa) em um restaurante em Reykjavík ou talvez veja o presidente da Islândia correndo em um parque da cidade nas proximidades. Por ser um país tão seguro, é improvável que os seguranças tenham que acompanhá-los. Há uma sensação de que todos se conhecem, o que certamente deve elevar o nível de confiança mútua.

17. ILHAS – DINAMARCA
A Dinamarca possui mais de 400 ilhas, mas apenas cerca de 70 delas são habitadas.

18. LET IT GO – NORUEGA
O famoso musical da Disney, Frozen, é inspirado em um conto de escritores dinamarqueses, porém, seu visual é todo baseado nas paisagens e na cultura da Noruega.

19. GENTILEZA GERA GENTILEZA – SUÉCIA
Os suecos são muito gentis e sempre agradecem dizendo Tack (obrigado em sueco) com um sorriso no rosto.

20. VICIADOS EM CAFÉ – FINLÂNDIA
Os finlandeses estão entre os maiores consumidores de café do mundo. Cada pessoa consome cerca de 12 quilos de café por ano, mais que a metade da média nos outros países europeus. Café é tão importante lá que não servir café a um hóspede é considerado uma ofensa.

21. MOEDA LOCAL – ISLÂNDIA
Nos países escandinavos, como Dinamarca, Noruega e Suécia, as moedas oficiais locais são chamadas de Coroa. Na Islândia, outro país escandinavo, não é diferente. A moeda no país é chamada de Coroa Islandesa (KR). No caso da Finlândia, apesar de também ser um país escandinavo, ela não possui a coroa como moeda oficial. A Finlândia é único país escandinavo que possui o Euro como moeda oficial. A Coroa Islandesa possui moedas nos seguintes valores: 1 KR; 5 KR; 10 KR; 50 KR e 100 KR. Cada valor é representado por um animal aquático diferente. 
Os animais são:
• 1 KR: Bacalhau
• 5 KR: Golfinho
• 10 KR: Capelin
• 50 KR: Caranguejo
• 100 KR: Lumpfish

O motivo da escolha por esses animais foi ocasionada pela grande influência que a pesca tinha sobre a economia. Por muito tempo o bacalhau foi o principal suprimento de alimentos e principal produto de exportação da Islândia. A economia da Islândia dependia da pesca de bacalhau. A pesca era tão importante para o país que que causou uma guerra diplomática, a única da história do país. Essa guerra se chamou “Guerra do Bacalhau”, ela ocorreu entre o final da década de 1940 e até 1976, foi a uma disputa entre a Islândia e o Reino Unido por áreas de pesca de Bacalhau.

22. O PAÍS DAS BICICLETAS – DINAMARCA
A Dinamarca tem o dobro do número de bicicletas do que carros. Mais da metade dos cidadãos de Copenhague, a capital dinamarquesa, vão e voltam do trabalho de bicicleta. A cidade é dominada por ciclovias, estacionamentos para o meio de transporte e sinais de trânsitos especiais para eles.

23. BATATA – NORUEGA
A batata é o arroz e feijão dos noruegueses. Ela está presente na grande maioria dos pratos típicos do país.

24. FERIADOS PARA COMIDAS – SUÉCIA
Existem feriados no país dedicados exclusivamente à comidas. No dia 4 de outubro, por exemplo, é comemorado o dia do Kanelbulle, um bolo de canela em formato espiral.

25. MONARQUIA MAIS CURTA – FINLÂNDIA
A Finlândia só se tornou um país independente em 1918. Até então, ela pertencia ou à Rússia ou à Suécia.Quando conquistaram a sua independência, decidiram arranjar um monarca e escolheram um príncipe alemão, Frederik Charles de Hesse, para isso. Pouco depois a Alemanha perdeu a Primeira Guerra Mundial e abandonou sua própria monarquia. Com apenas 67 dias de reinado, Frederik Charles abdicou sem nem sequer ter sido coroado.

 

bottom of page