5
dias
BUENOS AIRES | ESPECIAL CARNAVAL

12/02 a 16/02/2021

CURIOSIDADES DE BUENOS AIRES

De início devemos lembrar que Buenos Aires teve duas fundações, a primeira em 1536 feita por Pedro de Mendoza, colonizador espanhol, aonde chamou seu assentamento de Ciudad del Espíritu Santo e Puerto de Santa María del Buen Ayre.

A segunda a cerca de 1580 por Juan Garay, aonde percorreu o que chamou de mar de água doce, para saber o que haveria do outro lado. Ao chegar nas margens do Rio da Prata, percebeu que ali existiam terras muito argilosas e traçou um plano para iniciar o assentamento de um povo. Chamou o local de Ciudad de Trinidad

Em 1770 já havia uma arquitetura urbanística da cidade, em cada bloco havia apenas 4 lotes, e os serviços estavam concentrado no centro da cidade, na avenida principal.

Alguns prédios construídos em 1830 ainda existem preservados na cidade como o Cabildo (conselho), o Mercado que se conhece como Manzana de Las Luces. Aqui existem túneis subterrâneos, construídos nos séculos XVII e XVIII que ligavam igrejas e outros edifícios, historiadores acreditam que os jesuítas que construíram esses túneis e foram usados para suas defesas nas invasões inglesas. Com o tempo esses túneis foram desativados e hoje não se usam mais, nem para visitações.

Plaza de Mayo permanece no mesmo lugar desde 1580, o restante da cidade foi modificada conforme o planejamento urbano feito no ano de 1880 e posteriores, tomando como exemplo as diretrizes do planejamento europeu, especialmente de Paris e Barcelona.

Temos que saber também que há a cidade de Buenos Aires, capital da Argentina, e a província de Buenos Aires, aonde unem-se 24 províncias.  São separadas por um rio, que para se atravessar, foi criado no século XX o ferry. Esse ferry é um dos 5 que existem no mundo, e é conhecido como ponte Nicolás Avellaneda, transportava de um lado para outro pessoas, carros, mantimentos e tudo que fosse necessário. O nome se deu em homenagem ao homem que impulsionou as leis de imigrações.

POPULAÇÃO

Segundo o censo realizado em 2010, existem 2.890.151 milhões de habitantes em Buenos Aires, sendo que 1.329.681 são homens e 1.560.470 são mulheres. Lembrando que aqui estamos nos referindo apenas a Buenos Aires cidade autônoma.

Se pegarmos a grande Buenos Aires, sua população total subirá para 13 milhões de habitantes, pois, neste caso, há a contagem de habitantes somando-se 24 províncias que fazem parte da sua população. Lembrando que a população é formada pela grande miscigenação espanhola, italiana, judia, francesa, portuguesa, dentre outros imigrantes chegados no pais ao longo dos séculos.

Sua moeda é o peso argentino, a língua falada é o espanhol, a predominância religiosa é a católica.

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA

Para entrar no território Argentino, os brasileiros precisam apresentar na aduana de migração entre Brasil e Argentina, a documentação necessária e a Carteira de Identidade com menos de dez anos de expedição em bom estado ou passaporte válido.

TURISMO

Cerca de 1,7 milhões de turistas visitam a Argentina, destes 10,3% visitam Buenos Aires.

ALGUNS PONTOS TURÍSTICOS 

CAFÉ TORNONI

O café mais antigo de Buenos Aires, muito tradicional, sua inauguração ocorreu no ano de 1858 por um imigrante francês de sobrenome Touan, em seguido o café foi comprado por outro francês chamado Dom Celestino Curutchet. Charmoso pela sua história cultural, onde artistas, pintores, escritores, jornalistas e músicos frequentavam para discutir sobre cultura, política, filosofia e a vida em si. Como se tivesse parado no tempo, o café continua com seu charme e elegância e convida você a conhece-lo. O café conta com uma vasta culinária, shows, eventos, arquitetura única e decoração peculiar.

CALLE FLORIDA

Rua muito importante na história de Buenos Aires, quando Juan Garay já havia colocado no papel a divisão de terra de local, foi o caminho obrigatório de acesso ao norte da cidade. Rua aonde quase toda a aristocracia de Buenos Aires se estabeleceu. Foi o lugar de grandes discussões e conspirações políticas e por ser um centro político surgiu dentre essas pessoas os primeiros governantes de 1810. Aqui também foi o local aonde foi cantado o hino nacional pela primeira vez pela política Mariquita Sánchez de Thompson. Nessa rua também foi construída a primeira galeria comercial imponente de Buenos Aires, a Galeria Pacífico. O nome da rua, Florida, se dá em alusão a vitória dos independentistas numa batalha travada no Alto Peru. Ao longo dos anos passou a chamar-se apenas Florida.

GALERIAS DO PACÍFICO

No final do século XIX, Francisco Seeber e Emilio Bunge criaram o Bon Marché argentino, copiado do Bon Marché em Paris. Um local que demonstrasse as últimas expressões da moda mundial. Com a crise de 1890, um setor de construção foi vendido para a ferrovia Buenos Aires Pacífico. Em 1945 Jorge Aslan e Hector Ezcurra reformaram o edifício, separando as lojas dos escritórios ferroviários, e artes por toda a sua cúpula. Em 1989, o edifício foi declarado Monumento Histórico Nacional. Em 1992, foi inaugurado o magnífico Centro Comercial e Cultural, iniciando assim a etapa mais próspera daquela secular e sonhada com Bon Marché Argentino. Hoje abriga muitas lojas com marcas renomadas do mundo todo.

GALERIAS GUEMES

Na época de sua inauguração foi considerada o principal centro comercial e financeiro da cidade. Foi o primeiro prédio arranha-céus de Buenos Aires, inaugurado em 1915 com 87 metros de altura, para a época era incrivelmente alto, sendo considerado o mais alto da América Latina.

HOTEL DE LOS INMIGRANTES

Esse hotel foi de grande importância para a história de Buenos Aires, em 1860 a Argentina tinha uma população menor que o Chile ou o Peru, por isso que a imigração foi tão solicitada na época. Deu-se um número muito expressivo de imigrantes entre 1880 e o século XX e o hotel, era o primeiro local aonde os imigrantes chegavam em Buenos Aires. Esse hotel foi o maior do mundo na época, sua capacidade era de quatro mil pessoas. Quando os imigrantes chegavam, podiam ficar no hotel por uma semana e tinham direito a quatro refeições por dia. A principal entrada era pelo Porto de La Boca, banhado pelo Rio Riachuelo. Uma curiosidade é que a viagem era propositadamente feita no período do dia para que os imigrantes chegassem no local e pudessem perceberem a grandiosidade da cidade que estavam mudando-se.

PUERTO MADERO

Construído pela necessidade de importar e exportar mercadorias e pessoas de Buenos Aires para a Europa e vice-versa. Seu projeto foi realizado pelo engenheiro Eduardo Madero, construído em estilo inglês. Foi aprovado pelo então presidente Roca, isso no século XIX. Porém o Porto não foi bem construído e precisou de uma reforma, aonde o governo destinou o local para a venda da iniciativa privada, aonde muitos empresários investiram e reestruturam o local, tornando-o um dos bairros mais caros de Buenos Aires. Aqui encontram-se vários restaurantes, cafés, bares, museus, artistas dançando tango em diversos locais e uma reserva ecológica voltada para caminhadas, esportes e lazer. Um dos museus chama-se Barco Museu Fragata Sarmiente, como o nome já diz é uma embarcação atracada no porto, onde se tornou um museu. O nome deu-se em homenagem ao fundador da Escola Naval Argentina, seu Domingo Faustino Sarmiente. Esse barco fez 37 viagens ao redor do mundo. Outra obra a ser observado no passeio ao Puerto Madero, é a Puente de La Mujer, obra idealizada pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava, trazida em várias partes da Espanha para Buenos Aires, o sistema da ponte permite que ela se abra para a passagem de embarcações e se feche para a passagem de pedestres. A ponte representa um casal dançando tango, aonde o mastro representa o homem e a curvatura a mulher.

MONUMENTO DE SAN MARTIN

Construído em homenagem ao General San Martin em comemoração à independência do país dos espanhóis, proclamada em 25 de maio de 1810. Fica localizado em frente à Casa Rosada, residência do governo.

CASA ROSADA

A Casa Rosada não teve a sua construção em um único ano, mas sim foi sendo construída desde 1595 ocorrendo várias reformas e várias construções, aonde foram juntados mais de um prédio até chegar em sua forma atual. Lembrando que a casa fora construída em cima do antigo forte da cidade. O edifício tem 3 andares na rua Balcarce e 4 andares, além de um porão, (aonde fica o Museu da Casa do Governo), na avenida Peseo Cólon, ocupando uma área de quase um quarteirão. Uma belíssima construção com muita história. É a sede do governo argentino, porém não é sua residência familiar. Conta a lenda que a cor rosa, veio da mistura de cal com sangue bovino, e hoje é pintada assim para manter suas tradições antigas.

TEATRO COLÓN

Considerado um dos melhores do mundo devido a sua acústica perfeita, foi construído pela primeira vez em 1857 e funcionou até 1888, quando foi encerrado. Anos se passaram e iniciou-se a construção de uma nova sala e a reestruturação do teatro. Levou 20 anos para que o novo teatro ficasse pronto, devido situações financeiras e pela morte dos seus primeiros arquitetos. Em 1904 o governo tomou a si a responsabilidade de finalizar o teatro, e contratou o belga Jules Durmar para finalizar a obra. Esse arquiteto introduziu modificações estrutural e deixou registro na decoração em estilo francês.

PALÁCIO TRIBUNAL

Abriga a sede do Poder Judiciário e a Suprema Corte de Justiça, uma construção com estilo neoclássica, com influências gregas e romanas. O arquiteto responsável por essa obra foi o francês Norbert Maillart, o prédio contêm 7 andares e foi inaugurado em 1942.

OBELISCO

Maior símbolo de Buenos Aires, foi construído em 1936 e inaugurada no mesmo ano, para lembrar os 400 anos da primeira fundação de Buenos Aires. Sua construção foi elaborada pelo arquiteto Alberto Prebisch. O local de construção do monumento, a avenida 9 de Júlio, foi hasteada a bandeira nacional pela primeira vez. Pesa 170 toneladas e têm 67 metros de altura, demorou 31 dias para ser construído por 152 obreiros.

SHOW DE TANGO –SEÑOR TANGO

Idealizado e realizado por Fernando Soler, canto de tango internacionalmente conhecido, teve seu início em 1992 quando o então Fernando Soler, demonstrou um show de tango na primeira feira de turismo de Buenos Aires. Nos próximos anos representou o governos em vários festivais pelo mundo. Então em 1996 inaugurou a casa de show Señor Tango. Pela sua obra artística recebeu vários homenagens governamentais de cultura e turismo de Buenos Aires. A casa está aberta até hoje e é considerada um dos mais fantásticos shows de tango e cultura nacional da Argentina.

LA BOCA

Bairro muito histórico e importante de Buenos Aires, foi o local onde a maioria dos imigrantes chegavam pelo seu porto, desde 1887. Aqui criou-se cortiços, locais para se alugar aos imigrantes, com valor baixo. Sua forma colorida se dá, as sobras de tintas vindo dos navios, pois as pessoas usavam a tinta que sobrava dos navios para pintar suas casas. Os moradores dos cortiços tiveram grande participação no desenvolvimento da cultura da cidade, foi deste local que saíram as grandes expressões culturais de Buenos Aires, como o tango. Além da cultura e da parte artística, aqui também nasceu os principais times de futebol, Boca Juniors e River Plate. A principal rua se chama El Caminito, aonde pode-se ver as diversas expressões artísticas do bairro. Nesse bairro está localizado também La Bombonera, o estádio do Boca Juniors. Aqui criou-se o famoso pintor Benito Quinquela Martin, que retratava a vida dos trabalhadores no porto e a vida dos moradores do bairro.

Erechim-RS

Passo Fundo-RS

Caxias do Sul-RS

Rua Aratiba, 513, Centro
Telefone: (54) 3321 5155
Celular: (54) 99944 1223
Email: alvaro@alvan.com.br

Avenida Brasil, 1056
Centro, sala 06
Telefone: (54) 3312 1111
Celular: (54) 99609 8563
Email: passofundo@alvan.com.br

Rua Os 18 do Forte, 1428
Telefone: (54) 3419 2851
Celular: (54) 99944 1223
Email: caxias@alvan.com.br